Votorantim aposta na construção de usinas próprias

Primeiro passo da nova estratégia foi dado com um aporte de R$ 1,1 bilhão em um parque eólico no Piauí, com 200 megawatts, que deve iniciar ...

Primeiro passo da nova estratégia foi dado com um aporte de R$ 1,1 bilhão em um parque eólico no Piauí, com 200 megawatts, que deve iniciar a geração em janeiro de 2018



O braço de investimentos em energia do Grupo Votorantim pretende ampliar a participação no mercado de eletricidade por meio da construção de usinas próprias, com o objetivo de vender a produção para outras grandes indústrias, afirmou o presidente da Votorantim Energia,
Fábio Zanfelice. A aposta vem em um momento em que o Brasil enfrenta uma forte alta dos custos da energia no mercado regulado, com as distribuidoras aplicando reajustes tarifários extraordinários para bancar elevados custos com energia termelétrica após dois anos de seca.

O primeiro passo da nova estratégia foi dado com um aporte de R$ 1,1 bilhão em um parque eólico no Piauí, com 200 megawatts, que deve iniciar a geração em janeiro de 2018.

O projeto eólico foi comprado da desenvolvedora Casa dos Ventos, e a Votorantim Energia já tem fechada opção de compra para triplicar o tamanho do empreendimento nos próximos anos e ampliar a oferta.

Além disso, o grupo trabalha em um portfólio de 300 megawatts em pequenas hidrelétricas e iniciou estudos para uma futura investida em energia solar.

O objetivo é vender a maior parte da energia a ser produzida por esses empreendimentos no mercado livre de eletricidade, no qual atuam grandes indústrias e centros comerciais, mas a Votorantim também pretende atrair parceiros que entrem com recursos na fase de investimento
das usinas.

Em troca, esses parceiros teriam acesso a uma parcela da energia produzida, em um regime chamado de autoprodução, que dá descontos em encargos para empresas que investem em usinas para produzir a própria eletricidade.

"Com o aumento dos encargos recentemente, o benefício da autoprodução ficou bastante interessante. Aproveitando isso e mais o fato de a tarifa no mercado regulado estar acima dos preços no ambiente livre, temos aí um grande potencial de mercado para explorar", afirmou.

Segundo o executivo, a estratégia começou a ser definida há cerca de dois anos, com o objetivo de capitalizar o expertise adquirido pela Votorantim no setor, a primeira usina de energia do grupo foi concluída há mais de cem anos. "A estratégia da Votorantim é se tornar um grande player de mercado, tanto em geração quanto em comercialização e gestão (de contratos de energia)", afirmou Zanfelice. Ele disse que a empresa já tem sondado o mercado e identificou possíveis clientes para a solução que pretende oferecer, focada em autoprodução. "É um produto que ajuda o consumidor a reduzir o custo da energia. Já temos consumidores interessados", apontou.

Outro objetivo da Votorantim é ampliar as vendas de energia para empresas de menor porte que atuam no mercado livre, os chamados "consumidores especiais", como shoppings e pequenas fábricas.

O primeiro parque eólico da Votorantim teve 90 por cento da produção comercializada para as distribuidoras de energia no mercado regulado, em leilão realizado em agosto deste ano pelo governo federal.

A Votorantim Energia fechou negócios relevantes nos últimos leilões de comercialização de energia para as distribuidoras, aproveitando um momento em que o País sofria com a falta de oferta, o que elevou o preço praticado nos certames. No final de 2013, a empresa vendeu R$ 278
milhões em contratos em um leilão de energia existente, a um preço médio de R$ 191 por megawatt-hora. Em abril de 2014 foram comercializados mais R$ 4,4 bilhões, a cerca de R$ 270 por megawatt-hora. E, em janeiro deste ano, a companhia fechou mais R$ 104,5 milhões em contratos, a cerca de R$ 390 por megawatt-hora.

Fonte: Jornal do Commercio (RJ)

COMENTÁRIOS

Nome

14136,1,14136:2002,1,16280,11,abastecimento,7,Abinee,2,ABNT,22,Abraceel,3,abradee,7,ação social,3,acidentes,9,ADASA,1,administração de condomínios,6,AES,2,água,28,Alston,1,ambiente interno,1,ANA,1,Anatel,5,Android,1,aneel,67,Angra,1,ANP,1,apagão,8,Aplicações,2,aplicativo,5,Apple,2,aquecedor solar,2,aquecimento,3,ar condicionado,3,arquitetura,4,ART,2,Asolar Energy,1,associações,3,assosindicos,29,assosindicos-df,25,aterramento,2,audiência pública,5,autoconsumo remoto,1,autogeração,4,autogeradores,2,automação,1,automóvel,6,autônomo,5,Baidu,2,bairro,1,banda-larga,6,bandeiras tarifárias,55,barrageiro,1,bateria,27,Belo Monte,9,bicicleta,2,biodiesel,2,bioenergia,5,biogás,1,biohacking,1,biomassa,5,biotecnologia,1,blog,4,blogueiros de brasília,7,BNDES,11,boletos,1,bom negócio,2,Bovespa,1,bricolagem,1,BRICS,2,burocracia,1,cabeamento estruturado,2,Cade,2,CAESB,3,calculadora,1,campanha,4,carnaval,1,carregador,6,carreira,15,carro elétrico,23,cartel,3,cartilha,5,carvão,2,catavento,2,CCEE,7,CEB,32,CELG,2,celular,11,células de combustível,1,centrais hidrelétricas,1,cesp,1,cftv,2,charge,3,chefe,1,China,9,chip,1,choque,4,choque elétrico,6,cidade inteligente,4,Ciência,8,Cinema,2,classe,1,CLDF,6,climatização,1,CO2,7,código de posturas,1,cogeração qualificada,1,coletores solares,1,combustíveis,4,comércio,2,computadores,4,comunicação,11,concessionárias,8,concurso público,1,condomínio,27,Condomínios,27,congresso,3,conjuntura,1,construção civil,3,consulta pública,7,consumo,77,conta,69,controle de acesso,1,convenção,1,convênios,1,convivência,5,CoP21,4,Copel,2,corrupção,7,CPFL,10,CREA,5,CREADF,4,crise,10,crise energética,12,crise hídrica,58,CSEM,2,cultura,4,currículo,5,cursos,22,custos,4,decreto,1,defesa civil,4,desabastecimento,2,descarga atmosférica,6,descarga elétrica,6,descargas elétricas,5,desmatamento,3,diesel,3,direito tributário,1,disjuntores,1,Dispositivo de Proteção contra Surtos,2,Dispositivo DR,2,distribuidora,15,Distrito Federal,7,dívida,4,Doe Sangue,1,DPS,2,drones,3,ecológico,2,economia,158,Edificações,7,Eduardo Braga,3,educação,12,eficiência energética,25,elétrica,11,eletricidade,46,eletricista,3,eletrobras,8,eletroeletônicos,1,Eletrolão,1,eletrônica,4,Eletros,1,elevadores,3,empreendedorismo,9,emprego,15,empreiteiras,2,Empresa de Pesquisa Energética,3,Empresas,4,Empresas abertas,1,Empresas brasileiras,1,Empresas estatais,1,endividamento,3,energia,88,energia elétrica,85,energia eólica,30,energia limpa,19,energia nuclear,4,energia renovável,32,energia solar,107,energia sustentável,13,energias alternativas,17,engenharia,28,ensino,6,entidades,1,entretenimento,1,eólica,16,EPE,6,escola,4,escolaridade,1,estágio,1,Estatais brasileiras,1,estatísticas,1,estatuto,1,evento,18,exposição,6,fábrica,7,facebook,2,falta de energia,9,família luz,1,feira,5,FGTS,4,Fiepa,1,finanças,4,financeiro,2,fios e cabos elétricos,11,fluorescentes,4,FMI,1,fontes renováveis,19,fotovoltaico,52,fraude,7,frente parlamentar,2,Funai,1,futuro,5,gás,8,gás natural,8,gasoduto,1,GDF,30,General Electric,1,gênero,1,geração compartilhada,1,geração de empregos,2,geração de energia,25,geração distribuída,8,geração eólica,18,geração solar,26,gerador,7,geradores a diesel,1,Gere sua energia,1,gestão,9,golpe,1,google,6,governo,67,greenpeace,2,greve,1,grupo gerador,1,habitíssimo,1,halógenas,3,heliotermia,4,heliotérmica,4,Hemocentro,1,hidrelétrica,20,hidrelétricas,27,hídrica,1,hidrometração,2,hidrômetro,1,história,3,HORÁRIO DE BRASÍLIA,6,HORÁRIO DE VERÃO,7,HORÁRIO DE VERÃO 2014/2015,2,hospital,1,HTTP/2,1,ibge,1,ICMS,9,idade,1,identificação,1,IDV,1,iluminação,24,imóveis,3,impeachment,2,impostos,12,inadimplência,3,incandescentes,4,individualização,1,indústria,18,inflação,3,informação,7,infraestrutura,7,Inmetro,1,inovação,66,inspeção,6,instalações,13,internet,34,investimentos,41,iPhone,1,irregularidades,5,Israel,1,ISSE 2016,1,Itaipu,7,Jirau,4,lâmpadas,12,laudo,7,laudo técnico,10,laudo termográfico,1,led,13,legislação,5,lei,18,leilão,12,licitação,3,light,3,linguagem de programação,2,linhas de transmissão,3,linux,1,literatura,2,lítio,1,livros,5,lixo,5,LUOS,5,luz,67,manutenção,14,marco civil,7,marketing,1,matriz elétrica,8,MDIC,1,megausinas,1,megawatts,1,MEI,1,Meio Ambiente,6,mercado,37,mercado de trabalho,7,mercado imobiliário,4,Mercosul,1,metrô-df,7,MG,2,Micro Empreendedor Individual,2,microgeração,26,microgeração de energia,28,microgeração distribuída,13,microsoft,5,microtorres eólicas,2,Minas Gerais,2,minigeração distribuída,4,Ministério de Minas e Energia,22,MMA,2,MME,14,mobilidade,1,Módulos Fotovoltaicos,4,monitoramento remoto,1,Montes Claros,1,mortes,3,motores a diesel,2,motores elétricos,1,MP,3,MTE,2,multinacional,2,museu,3,nanotecnologia,1,NBR,19,negócios,3,no-break,2,Normas,25,normativa,3,Norte de Minas,1,Novas tecnologias,2,NR-10,3,nuvem,2,onedrive,1,ONS,17,orelhões,1,outorga,1,painéis solares,29,painel fotovoltaico,41,palestra,7,para-raio,3,parecer técnico,1,Parque Tecnológico Itaipu,5,parques eólicos,8,pás de rotor,1,pátio,1,patrão,1,Pequenas empresas,2,perfil,1,pesquisa,25,petróleo,3,pilha,1,PL,21,placa fotovoltaica,26,planejamento,6,plano de privatização,4,plantas,2,plástico,1,PLS,5,pocel,1,política,7,poluição,5,portabilidade,7,Portugal,1,potabilidade,1,PPCUB,5,PPP,1,preço,4,Prefeitura de São Paulo,1,premiação,1,prevenção,3,primeira indústria de painéis,3,procel,3,professor,1,profissional habilitado,17,profissional liberal,7,Project Sunroof,1,projeto de lei,25,projetos na área,16,pronatec,1,proposta,7,Proteste,2,qualidade da água,1,QUANDO COMEÇA O HORÁRIO DE VERÃO,5,QUE HORAS SÃO,5,racionamento,9,rádio JK FM,1,raio,3,raios,5,recarga,1,reciclagem,4,rede inteligente,5,redes de smart grid,6,redes sociais,11,Reformas,10,registro profissional,4,regras,5,regras de convivência,5,reservatórios,16,resíduos,2,resolução,7,retrofit,1,revisão,1,revolução,2,RFID,1,risco de apagão,3,robôs voadores,1,rolamentos,1,salário,3,Santo Antônio,2,saúde,8,Sebrae,2,sedhab,1,segurança,30,seminário,1,Senai,3,Serviços,3,setor,4,setor elétrico,91,similares,1,síndico,15,Síndicos,20,sistema elétrico,5,smart grid,18,smartphone,6,sobrecarga,1,Socioeconomia,2,software,9,solar,26,Spotify,1,startup,2,stj,2,subsíndico,4,sustentabilidade,32,tarifa,92,TCDF,1,teatro,1,Técnicas,2,técnico,5,técnico de grau médio,10,técnicos industriais,15,tecnologia,41,tecnologia da informação,34,telecomunicações,16,telemedidores,2,temperatura,1,termelétrica,8,termografia,1,termologia,1,tesla,5,trânsito,1,transmissão de energia,6,tributação,7,turbina,4,turbina eólica,9,TV Digital,5,Ubuntu,1,UnB,6,União Européia,1,urbanismo,1,usina hidrelétrica,15,usina nuclear,2,usina solar,19,usinas eólicas,10,vento,1,video,6,videovigilância,1,vistoria,3,vizinho,3,voltagem,1,web,6,webinar,3,whatsapp,7,workshop,1,zelador,1,
ltr
item
apservtec: Votorantim aposta na construção de usinas próprias
Votorantim aposta na construção de usinas próprias
https://lh5.googleusercontent.com/proxy/2hZ5S6sSnmgH1ScSTZaIbN2jXYveT8nqm74Xsrj47dy9wC7cRJF8tZfMPxJP2EgzHtV2u6Jxny4tnggTt5oVJ1a_wbVY8AZwtYMtf50RlZk2hcymyI1o0c-mzNnHqHnkXaY2TvCJ-PpYb3Jp8wYW5LjeJeHpZ47febjBggd6
https://lh5.googleusercontent.com/proxy/2hZ5S6sSnmgH1ScSTZaIbN2jXYveT8nqm74Xsrj47dy9wC7cRJF8tZfMPxJP2EgzHtV2u6Jxny4tnggTt5oVJ1a_wbVY8AZwtYMtf50RlZk2hcymyI1o0c-mzNnHqHnkXaY2TvCJ-PpYb3Jp8wYW5LjeJeHpZ47febjBggd6=s72-c
apservtec
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/2015/10/votorantim-aposta-na-construcao-de.html
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/2015/10/votorantim-aposta-na-construcao-de.html
true
104026982293760891
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário