FATOR DE POTÊNCIA - A MUDANÇA DO PARADIGMA

Por Cilmo Alencar de Oliveira* A energia elétrica começou a ser utilizada de forma sistemática, no mundo, há pouco mais de 120 anos. No iníc...


Por Cilmo Alencar de Oliveira*

A energia elétrica começou a ser utilizada de forma sistemática, no mundo, há pouco mais de 120 anos. No início, era utilizada basicamente como luz e força. A luz era gerada pelas lâmpadas incandescentes, e a força pelos motores elétricos.

Aos motores elétricos está associada uma propriedade elétrica chamada indutância. O funcionamento dos motores elétricos, todavia, não era e não é muito simples. Com efeito, quando conectados à rede elétrica, os motores elétricos incorporam uma propriedade elétrica chamada de indutância, que causa um tipo de irregularidade na rede elétrica conhecido como baixo fator de potência indutivo.

Para compensar a indutância e minimizar sua influencia negativa, foi criado todo um sistema de controle com a utilização de capacitores, componente eletrônico que tem o comportamento elétrico contrário ao dos indutores. Esta técnica foi adotada em todo o mundo, fazendo com que na maioria das entradas de energia dos edifícios tivesse um circuito para sensoriamento, controle e acionamento dos capacitores. Em todos os países foi criada a legislação para regulamentar o tratamento deste problema com a aplicação de multa por excesso de indutância.

Com o desenvolvimento da eletrônica, surgiram os equipamentos eletrônicos, entre eles os equipamentos de som, de imagem, de entretenimento, eletrodomésticos, etc. O que diferenciou esses aparelhos foi que a alimentação de energia passou a utilizar uma fonte linear, isto é, uma fonte de energia que sempre tinha um transformador, que, todavia, apresentava uma indutância, como os motores. Estas fontes tinham baixa eficiência, tamanho e peso elevados, além de alto custo.

Com o surgimento dos computadores pessoais, foi desenvolvida uma nova tecnologia, as chamadas fontes chaveadas, com maior eficiência, menor tamanho e menor custo. A estas fontes, ao contrário das fontes lineares, está associada uma propriedade elétrica chamada capacitância, que também causa na rede elétrica irregularidade semelhante à causada pela indutância. Entretanto, além de causar fator de potência negativo, as fontes chaveadas causam também a chamada distorção harmônica, outro fenômeno de perturbação da qualidade da energia. Quanto à iluminação, as antigas lâmpadas incandescentes foram substituídas pelas fluorescentes eletrônicas (há aproximadamente uns 20 anos) e, depois (há uns 6 ou 7 anos), pelas lâmpadas de led, que também são capacitivas. Já havíamos identificado em Brasília alguns edifícios recém-construídos que passaram a adotar as novas tecnologias e, portanto, apresentam fator de potência capacitivo. Entretanto, o Liberty Mall é o 1º caso de um edifício antigo em que o fator de potência mudou de indutivo para capacitivo.

A presença real dessa nova abordagem tecnológica nos permite afirmar que está ocorrendo mudança radical de paradigma na correção do fator de potência, causada pela capacitância e não na indutância, o que significa que, confirmando-se a tendência, a indústria elétrica/eletrônica terá de enfrentar o desafio de desenvolver novos dispositivos para efetuar o sensoriamento e correção do fator de potência tanto indutivo quanto capacitivo, com o possível emprego tanto de capacitores quanto de indutores. Até a legislação vigente terá que ser alterada para se adequar a esta nova realidade.

Brasília, 6 de novembro de 2018.

Cilmo Alencar de Oliveira é engenheiro eletricista formado pela UnB e possui mais de 40 anos de experiência nas áreas de elétrica, eletrônica e de infra-estrutura. CREA-DF 1823/D

COMENTÁRIOS

Nome

14136,1,14136:2002,1,16280,11,abastecimento,7,Abinee,2,ABNT,22,Abraceel,3,abradee,7,ação social,3,acidentes,9,ADASA,1,administração de condomínios,6,AES,2,água,28,Alston,1,ambiente interno,1,ANA,1,Anatel,5,Android,1,aneel,67,Angra,1,ANP,1,apagão,8,Aplicações,2,aplicativo,5,Apple,2,aquecedor solar,2,aquecimento,3,ar condicionado,3,arquitetura,4,ART,2,Asolar Energy,1,associações,3,assosindicos,29,assosindicos-df,25,aterramento,2,audiência pública,5,autoconsumo remoto,1,autogeração,4,autogeradores,2,automação,1,automóvel,6,autônomo,5,Baidu,2,bairro,1,banda-larga,6,bandeiras tarifárias,55,barrageiro,1,bateria,27,Belo Monte,9,bicicleta,2,biodiesel,2,bioenergia,5,biogás,1,biohacking,1,biomassa,5,biotecnologia,1,blog,4,blogueiros de brasília,7,BNDES,11,boletos,1,bom negócio,2,Bovespa,1,bricolagem,1,BRICS,2,burocracia,1,cabeamento estruturado,2,Cade,2,CAESB,3,calculadora,1,campanha,4,carnaval,1,carregador,6,carreira,15,carro elétrico,23,cartel,3,cartilha,5,carvão,2,catavento,2,CCEE,7,CEB,32,CELG,2,celular,11,células de combustível,1,centrais hidrelétricas,1,cesp,1,cftv,2,charge,3,chefe,1,China,9,chip,1,choque,4,choque elétrico,6,cidade inteligente,4,Ciência,8,Cinema,2,classe,1,CLDF,6,climatização,1,CO2,7,código de posturas,1,cogeração qualificada,1,coletores solares,1,combustíveis,4,comércio,2,computadores,4,comunicação,11,concessionárias,8,concurso público,1,condomínio,27,Condomínios,27,congresso,3,conjuntura,1,construção civil,3,consulta pública,7,consumo,77,conta,69,controle de acesso,1,convenção,1,convênios,1,convivência,5,CoP21,4,Copel,2,corrupção,7,CPFL,10,CREA,5,CREADF,4,crise,10,crise energética,12,crise hídrica,58,CSEM,2,cultura,4,currículo,5,cursos,22,custos,4,decreto,1,defesa civil,4,desabastecimento,2,descarga atmosférica,6,descarga elétrica,6,descargas elétricas,5,desmatamento,3,diesel,3,direito tributário,1,disjuntores,1,Dispositivo de Proteção contra Surtos,2,Dispositivo DR,2,distribuidora,15,Distrito Federal,7,dívida,4,Doe Sangue,1,DPS,2,drones,3,ecológico,2,economia,158,Edificações,7,Eduardo Braga,3,educação,12,eficiência energética,25,elétrica,11,eletricidade,46,eletricista,3,eletrobras,8,eletroeletônicos,1,Eletrolão,1,eletrônica,4,Eletros,1,elevadores,3,empreendedorismo,9,emprego,15,empreiteiras,2,Empresa de Pesquisa Energética,3,Empresas,4,Empresas abertas,1,Empresas brasileiras,1,Empresas estatais,1,endividamento,3,energia,88,energia elétrica,85,energia eólica,30,energia limpa,19,energia nuclear,4,energia renovável,32,energia solar,107,energia sustentável,13,energias alternativas,17,engenharia,28,ensino,6,entidades,1,entretenimento,1,eólica,16,EPE,6,escola,4,escolaridade,1,estágio,1,Estatais brasileiras,1,estatísticas,1,estatuto,1,evento,18,exposição,6,fábrica,7,facebook,2,falta de energia,9,família luz,1,feira,5,FGTS,4,Fiepa,1,finanças,4,financeiro,2,fios e cabos elétricos,11,fluorescentes,4,FMI,1,fontes renováveis,19,fotovoltaico,52,fraude,7,frente parlamentar,2,Funai,1,futuro,5,gás,8,gás natural,8,gasoduto,1,GDF,30,General Electric,1,gênero,1,geração compartilhada,1,geração de empregos,2,geração de energia,25,geração distribuída,8,geração eólica,18,geração solar,26,gerador,7,geradores a diesel,1,Gere sua energia,1,gestão,9,golpe,1,google,6,governo,67,greenpeace,2,greve,1,grupo gerador,1,habitíssimo,1,halógenas,3,heliotermia,4,heliotérmica,4,Hemocentro,1,hidrelétrica,20,hidrelétricas,27,hídrica,1,hidrometração,2,hidrômetro,1,história,3,HORÁRIO DE BRASÍLIA,6,HORÁRIO DE VERÃO,7,HORÁRIO DE VERÃO 2014/2015,2,hospital,1,HTTP/2,1,ibge,1,ICMS,9,idade,1,identificação,1,IDV,1,iluminação,24,imóveis,3,impeachment,2,impostos,12,inadimplência,3,incandescentes,4,individualização,1,indústria,18,inflação,3,informação,7,infraestrutura,7,Inmetro,1,inovação,66,inspeção,6,instalações,13,internet,34,investimentos,41,iPhone,1,irregularidades,5,Israel,1,ISSE 2016,1,Itaipu,7,Jirau,4,lâmpadas,12,laudo,7,laudo técnico,10,laudo termográfico,1,led,13,legislação,5,lei,18,leilão,12,licitação,3,light,3,linguagem de programação,2,linhas de transmissão,3,linux,1,literatura,2,lítio,1,livros,5,lixo,5,LUOS,5,luz,67,manutenção,14,marco civil,7,marketing,1,matriz elétrica,8,MDIC,1,megausinas,1,megawatts,1,MEI,1,Meio Ambiente,6,mercado,37,mercado de trabalho,7,mercado imobiliário,4,Mercosul,1,metrô-df,7,MG,2,Micro Empreendedor Individual,2,microgeração,26,microgeração de energia,28,microgeração distribuída,13,microsoft,5,microtorres eólicas,2,Minas Gerais,2,minigeração distribuída,4,Ministério de Minas e Energia,22,MMA,2,MME,14,mobilidade,1,Módulos Fotovoltaicos,4,monitoramento remoto,1,Montes Claros,1,mortes,3,motores a diesel,2,motores elétricos,1,MP,3,MTE,2,multinacional,2,museu,3,nanotecnologia,1,NBR,19,negócios,3,no-break,2,Normas,25,normativa,3,Norte de Minas,1,Novas tecnologias,2,NR-10,3,nuvem,2,onedrive,1,ONS,17,orelhões,1,outorga,1,painéis solares,29,painel fotovoltaico,41,palestra,7,para-raio,3,parecer técnico,1,Parque Tecnológico Itaipu,5,parques eólicos,8,pás de rotor,1,pátio,1,patrão,1,Pequenas empresas,2,perfil,1,pesquisa,25,petróleo,3,pilha,1,PL,21,placa fotovoltaica,26,planejamento,6,plano de privatização,4,plantas,2,plástico,1,PLS,5,pocel,1,política,7,poluição,5,portabilidade,7,Portugal,1,potabilidade,1,PPCUB,5,PPP,1,preço,4,Prefeitura de São Paulo,1,premiação,1,prevenção,3,primeira indústria de painéis,3,procel,3,professor,1,profissional habilitado,17,profissional liberal,7,Project Sunroof,1,projeto de lei,25,projetos na área,16,pronatec,1,proposta,7,Proteste,2,qualidade da água,1,QUANDO COMEÇA O HORÁRIO DE VERÃO,5,QUE HORAS SÃO,5,racionamento,9,rádio JK FM,1,raio,3,raios,5,recarga,1,reciclagem,4,rede inteligente,5,redes de smart grid,6,redes sociais,11,Reformas,10,registro profissional,4,regras,5,regras de convivência,5,reservatórios,16,resíduos,2,resolução,7,retrofit,1,revisão,1,revolução,2,RFID,1,risco de apagão,3,robôs voadores,1,rolamentos,1,salário,3,Santo Antônio,2,saúde,8,Sebrae,2,sedhab,1,segurança,30,seminário,1,Senai,3,Serviços,3,setor,4,setor elétrico,91,similares,1,síndico,15,Síndicos,20,sistema elétrico,5,smart grid,18,smartphone,6,sobrecarga,1,Socioeconomia,2,software,9,solar,26,Spotify,1,startup,2,stj,2,subsíndico,4,sustentabilidade,32,tarifa,92,TCDF,1,teatro,1,Técnicas,2,técnico,5,técnico de grau médio,10,técnicos industriais,15,tecnologia,41,tecnologia da informação,34,telecomunicações,16,telemedidores,2,temperatura,1,termelétrica,8,termografia,1,termologia,1,tesla,5,trânsito,1,transmissão de energia,6,tributação,7,turbina,4,turbina eólica,9,TV Digital,5,Ubuntu,1,UnB,6,União Européia,1,urbanismo,1,usina hidrelétrica,15,usina nuclear,2,usina solar,19,usinas eólicas,10,vento,1,video,6,videovigilância,1,vistoria,3,vizinho,3,voltagem,1,web,6,webinar,3,whatsapp,7,workshop,1,zelador,1,
ltr
item
apservtec: FATOR DE POTÊNCIA - A MUDANÇA DO PARADIGMA
FATOR DE POTÊNCIA - A MUDANÇA DO PARADIGMA
https://1.bp.blogspot.com/proxy/ZJ6ByJk4aa2RRAe87wz-WxMAgiZFesIn2U447YOaGLCgNJvzB9Vul5fsGCQ4nRf4kFYVKyOIIfq43xVKjsecZk99l2ZwOvUTijVTSOA5nmMGDKh80v9z5UDQQJgMpW-gGkRhxYT0bw=s0
https://1.bp.blogspot.com/proxy/ZJ6ByJk4aa2RRAe87wz-WxMAgiZFesIn2U447YOaGLCgNJvzB9Vul5fsGCQ4nRf4kFYVKyOIIfq43xVKjsecZk99l2ZwOvUTijVTSOA5nmMGDKh80v9z5UDQQJgMpW-gGkRhxYT0bw=s72-c
apservtec
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/2018/11/fator-de-potencia-mudanca-do-paradigma.html
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/
http://servicos.atualidadepolitica.com.br/2018/11/fator-de-potencia-mudanca-do-paradigma.html
true
104026982293760891
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário